50 anos da Pró-Reitoria de Extensão: a UFC cada vez mais atuante na sociedade cearense

31 de janeiro de 2019
Fachada da Prex

Pró-Reitoria de Extensão foi criada em 31 de janeiro de 1969 (Foto: Ribamar Neto/UFC)

Maior patrimônio científico-tecnológico e cultural do nosso Estado, a Universidade Federal do Ceará tem, desde sua origem, compromisso indissolúvel com a população cearense, e sua inserção na comunidade tem sido uma busca constante. Há 50 anos, esse engajamento se tornou uma política institucionalizada, com a criação, em 31 de janeiro de 1969, da Pró-Reitoria de Extensão (Prex).

A atuação da UFC em ações extensionistas só tem se ampliado ao longo das últimas décadas, e soma hoje mais de 900 projetos ativos. Ao todo, a Universidade contabiliza 1,2 mil ações de extensão universitária, o que inclui, além dos projetos, programas, cursos, prestação de serviços e convênios de estágio.

São atividades nas áreas de comunicação, cultura, direitos humanos e justiça, educação, meio ambiente, saúde, tecnologia e produção e trabalho, beneficiando um público estimado que já supera 4 milhões de pessoas. Para ter uma ideia do avanço nessas atividades, em uma década (2007-2017), o número de pessoas alcançadas mais que quadruplicou.

“A comunidade universitária reconhece o valor dessa extensão e temos, em todos os cursos, ações que dialogam com as comunidades e estão próximas a elas e às cidades do interior do Estado”, destaca a pró-reitora de Extensão, Márcia Machado.

“A extensão é o diálogo mais intenso com aquilo que é feito dentro da sala de aula, com aquelas teorias, com tudo o que se planeja num formato próximo do ideal, pois é no campo, com a comunidade, que se estrutura realmente o valor da academia”, analisa.

A extensão compõe, juntamente com o ensino e a pesquisa, o tripé do compromisso da UFC como instituição conforme definido em seu estatuto, que determina a indissociabilidade entre as três funções. Tais ações partem de todas as unidades acadêmicas da UFC, em seus cinco campi no Estado do Ceará (Fortaleza, Crateús, Quixadá, Russas e Sobral).

“É através da extensão que todo o conhecimento e a inovação resultantes das atividades de ensino e pesquisa são disponibilizados para a sociedade, por meio de uma ação dialógica, que é essencial para a formação do estudante, qualificação do professor e intercâmbio com a sociedade”, observa o Prof. Rogério Mâsih, pró-reitor-adjunto da Prex e coordenador da Agência de Estágios da Pró-Reitoria. A agência é uma importante estrutura da Prex, responsável por cerca de 2 mil convênios da UFC com empresas, os quais permitem que mais de 10 mil alunos realizem a atividade de estágio.

ft-cultura-francesa

Imagem: foto dos professores da Casa de Cultura Francesa segurando a bandeira da França nas escadas da casa (Foto: Viktor Braga/UFC)

PRINCIPAIS PROJETOS – O Centro de Humanidades desponta atualmente como a unidade com o número mais expressivo de ações extensionistas cadastradas: 209, conforme o Anuário Estatístico da UFC 2018.

O grande destaque da unidade são as Casas de Cultura Estrangeira, consideradas o maior projeto de extensão de idiomas do Brasil, com cerca de 3.500 alunos em cursos de alemão, espanhol, italiano, inglês, francês, português e esperanto.

A Faculdade de Medicina, com 161 ações, vem em seguida, com projetos em áreas como combate às drogas, promoção e acompanhamento do desenvolvimento infantil, acompanhamento familiar, psicologia aplicada à saúde mental, entre outras.

Uma dessas iniciativas é o Instituto da Primeira Infância (IPREDE), maior projeto de extensão da UFC. Fundado em 1986 com a missão de prevenir e tratar crianças com desnutrição, hoje é um centro de referência sobre a primeira infância. Só em 2017, foram realizados 19.188 atendimentos, com média de atendimento mensal de 1.000 crianças.

CAMPUS EXTENSIONISTA DO BOM JARDIM – O comprometimento com comunidades mais necessitadas se confirma também com os cerca de 30 projetos extensionistas que a UFC mantém no Grande Bom Jardim, região periférica de Fortaleza que engloba cinco bairros, todos incluídos na lista dos 10 de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Se fosse um município, o Grande Bom Jardim seria o terceiro maior do Ceará em densidade populacional, com mais de 200 mil habitantes.

A UFC planeja transformar o Grande Bom Jardim em uma espécie de campus extensionista, visando integrar e potencializar cada vez mais os projetos já existentes. Além disso, há a necessidade de ouvir as demandas da própria comunidade para mobilizar professores e alunos de diversas áreas com vistas a construir novas formas de ação.

CURRICULARIZAÇÃO DA EXTENSÃO – Compreendendo a importância das ações extensionistas, a UFC aprovou, em 2017, resolução que determina que todos os seus cursos de graduação deverão implementar atividades de extensão nos currículos pedagógicos.

Gráfico do impacto da Extensão em 10 anos

Em uma década, o número de pessoas alcançadas pelas ações de extensão da UFC mais que quadruplicou (Imagem: Anuário Estatístico UFC 2018)

A chamada curricularização da extensão define que tais ações deverão compor, no mínimo, 10% da carga horária dos cursos. Esse instrumento propõe garantir a interdisciplinaridade na formação estudantil, proporcionando uma formação cidadã pautada na vivência prática dos conhecimentos adquiridos durante as aulas.

Com essas medidas, a UFC reafirma seu compromisso de atuar não somente no progresso científico e tecnológico do Estado, mas também no desenvolvimento humano de sua população. “Os 50 anos da pró-reitoria na UFC é algo que devemos comemorar, porque por meio da extensão a Universidade faz o seu papel, que é dar retorno à comunidade do que é produzido em suas salas e laboratórios, de forma extremamente efetiva e atuante, em todas as áreas do conhecimento”, reforça a pró-reitora Márcia Machado.

A Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC elaborou um video promocional dos 50 anos da Prex:

Para celebrar as cinco décadas da Prex, a Universidade realizará uma série de atividades comemorativas no decorrer de todo o ano. A programação será divulgada em breve.

Fonte: Pró-Reitoria de Extensão – fone: 85 3366 7452, publicado originalmente no portal da UFC.

Marcadores: